Foto: Reprodução

Auxílio emergencial: Confira o passo a passo para atualizar dados no Caixa TEM

Para facilitar o acesso a base de dados na nova rodada, o banco recomendou que os clientes do Caixa TEM atualizem as informações no aplicativo.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Caso a PEC Emergencial seja aprovada no Congresso Nacional, o novo auxílio emergencial será pago a mais de 40 milhões de beneficiários. Para facilitar o acesso a base de dados na nova rodada, o banco recomendou que os clientes do Caixa TEM atualizem as informações no aplicativo.

Com o avanço da votação da PEC Emergencial no Congresso Nacional e com a perspectiva do pagamento do novo auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal, responsável pelo repasse do valor aos beneficiários, pede que os clientes do Caixa TEM atualizem os dados no aplicativo a partir desta quinta-feira (11).

A Caixa divulgou o calendário de atualização dos dados, pois esse ocorrerá de forma escalonada para não congestionar o sistema. Sendo assim, seguirá o mês de nascimento dos clientes e, portanto, nesta quinta-feira será a vez dos nascidos em janeiro e fevereiro.

No dia seguinte, sexta-feira (12), os nascidos nos meses de março e abril devem atualizar os seus dados no Caixa TEM. Dessa maneira, o calendário segue na próxima semana, tendo a permissão de atualizar os dados na segunda-feira (15) os nascidos entre os meses de maio e junho.

Em seguida, será a vez dos nascidos em julho e agosto na terça-feira (16), setembro e outubro na quarta-feira (17). E, por fim, os nascidos em novembro e dezembro na quinta-feira (18).

Dessa maneira, a ideia da Caixa Econômica Federal é que, até o fim da próxima semana, todos os clientes estejam com os dados atualizados, antes do início do pagamento do novo auxílio.

Atualizar o cadastro no Caixa TEM

Segundo a Caixa Econômica, a atualização dos dados serve para dar mais segurança e praticidade aos clientes. O processo é todo online através do aplicativo, na área “Atualize seu cadastro”. Será necessário confirmar os dados pessoais ou alterá-los e enviar os documentos solicitados.

Os documentos, como foto, RG, CPF e comprovante de endereço, serão enviados pelo celular através de foto ou scannear pelo computador e envio como imagem. A não atualização pode fazer com que o beneficiário do auxílio emergencial 2020 deixe de receber a nova rodada de pagamentos. (FDR)