Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Auxílio emergencial: Liberação do calendário oficial para os beneficiários

No momento, o que falta para liberação dos pagamentos são as consultas e o calendário oficial.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A nova rodada do auxílio emergencial será liberada para 45,6 milhões de brasileiros. O valor das parcelas será definido de acordo com a composição familiar. Famílias com só um membro será ajudada com R$ 150, famílias com dois ou mais membros receberão R$ 250 e famílias chefiadas por mulheres terão direito a R$ 375.

No momento, o que falta para liberação dos pagamentos são as consultas e o calendário oficial. Na última quinta-feira, 25, o presidente Jair Bolsonaro anunciou em uma live, que os pagamentos começam entre o dia 4 e 5 de abril.

No entanto, a divulgação é direcionada aos beneficiários que se inscreveram no ano passado através do site, aplicativo e CadÚnico e não recebem do Bolsa Família. Como em 2020, primeiro será depositado a parcela na conta poupança social digital do Caixa Tem e só depois de certo prazo que os contemplados poderão sacar ou transferir seu dinheiro.

O calendário de pagamentos para o segurados do Bolsa Família segue as configurações do próprio programa. Eles receberão a partir do dia 16 de abril, segundo o final do numero do NIS.

Calendário completo de pagamentos

O cronograma de pagamentos deve ser divulgado ainda nesta semana, visto que o governo só teria o prazo desta semana para fazer os últimos ajustes para liberar o novo auxílio emergencial nos primeiros dias de abril.

Sendo assim, basta o anuncio dos aprovados nesta semana para a divulgação do calendário, seguindo para os pagamentos na semana que vem.

Consulta dos aprovados

O beneficiário que deseja consultar se foi aprovado na nova rodada do auxílio, deve acessar o site do Dataprev, que é a responsável por selecionar quem deve ou não receber o benefício este ano.

As consultas estarão disponíveis a partir do dia 1º de abril. Para isto, basta seguir o passo a passo:

– Acesse o Portal de Consultas;
– Nome completo;
– Nome da mãe (caso não tenha registro de mãe, basta selecionar a opção Mãe desconhecida);
– Data de nascimento;
– Clicar em não sou robô e enviar.