RS avalia obrigatoriedade do retorno das aulas presenciais a partir de novembro – Porto Alegre 24 horas

RS avalia obrigatoriedade do retorno das aulas presenciais a partir de novembro

Já para o grupo Direito ao Ensino Não Presencial Durante a Pandemia, ainda não é o momento da retomada presencial total no Estado.
Foto: Nelson Almeida/JC

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O RS avalia a possibilidade de tornar obrigatório o retorno às aulas presenciais das redes pública e privada a partir de novembro. A questão será tema da próxima reunião do Gabinete de Crise do governo do Estado, prevista para a próxima quarta-feira (20).

Já para o grupo Direito ao Ensino Não Presencial Durante a Pandemia, ainda não é o momento da retomada presencial total no Estado. Segundo Cassiana Lipp, uma das coordenadoras do movimento, o colegiado mantém o posicionamento de que o retorno presencial somente poderá ocorrer quando houver uma segurança maior sobre a circulação do coronavírus entre a comunidade escolar.

“Só se pode pensar numa retomada presencial quando tivermos próximo de 80% de toda a população vacinada e os adolescentes com segunda dose. Temos de proteger os familiares, alunos, funcionários, professores e suas famílias. Colocando todos na presencialidade o risco será muito maior, o distanciamento menor e maior circulação do vírus também”, enfatiza.

De acordo com ela, o ano que vem seria o período ideal para se levantar esse debate, e somente diante do avanço da imunização de todos os gaúchos.
Fonte: Grupo Direito ao Ensino Não Presencial Durante a Pandemia

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade