Foto: Divulgação

FIFA deve definir se o Grêmio vai ao Mundial de Clubes 2021

A América do Sul tem direito a 6 vagas para o novo Mundial 2021.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Parece que a novela está perto de um final feliz para o Grêmio. Após bater o pé quanto às vagas sul-americanas para o Mundial de Clubes 2021, a Conmebol decidiu que não irá mais se meter no assunto. Assim, a FIFA deve definir se o Grêmio vai ao Mundial de Clubes 2021.

A América do Sul tem direito a 6 vagas para o novo Mundial 2021. A Conmebol queria dar as vagas para os Campeões da Sul-Americana 2019 e 2020 e também para os campeões e vices da Libertadores 2019 e 2020. Já a FIFA, não quer representantes da Sul-Americana, que pelo entendimento da Entidade Máxima do Futebol, trata-se de um torneio secundário. Desta maneira, o Grêmio, como campeão da Libertadores de 2017, poderia ter chance de entrar no novo Mundial.

Com todo esse impasse, a Conmebol decidiu não negociar mais com a FIFA e se juntou com a UEFA, para recriar a Copa Intercontinental, que reuniria novamente o Campeão da Libertadores contra o Campeão da Liga dos Campeões da Europa.

Assim, quem deverá definir as 6 vagas da América do Sul no Mundial de Clubes 2021 deverá ser a FIFA. Entretanto, com essa briga entre as confederações, não se tem certeza do que será da nova competição, que será realizada em 2021, na China. Mas uma coisa é certa, com a FIFA assumindo a escolha das vagas, o Grêmio tem grandes chances de estar nesse novo Mundial.