Com gol relâmpago, Inter vence o Flamengo e sobe na tabela – Porto Alegre 24 horas

Com gol relâmpago, Inter vence o Flamengo e sobe na tabela

Agora a equipe comandada por Mano Menezes depende de uma combinação de resultados neste domingo para se manter no G-4. Veja os melhores momentos da partida
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Jogando na fria noite deste sábado (11) diante de 22,4 mil torcedores no estádio Beira-Rio, o Inter venceu o Flamengo por 3 a 1, em duelo válido pela décima-primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado levou o time gaúcho do quinto para o terceiro lugar na tabela (18 pontos), atrás de Palmeiras (19) e Corinthians (21). Também manteve uma invencibilidade que já dura dez partidas no torneio.

Os donos da casa saíram na frente com o atacante Wanderson aos 46 segundos de bola rolando. Aos 21 minutos, o mesmo atleta fez o segundo gol. Na etapa complementar, o meia Andreas Pereira descontou para os cariocas e o atacante Pedro Henrique fechou a conta aos 46 minutos, já nos descontos, em cobrança de pênalti.

A equipe comandada por Mano Menezes (em dia de 60º aniversário) depende de uma combinação de resultados neste domingo para se manter no G-4. Isso porque outros três clubes podem alcançá-la se vencerem seus duelos na rodada, incluindo Athletico-PR (16 pontos), Coritiba (15) e São Paulo (15).

O próximo compromisso do Inter está agendado para as 20h30min da próxima quarta-feira (15). Fora de casa, enfrentará o Goiás. Suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o lateral Carlos de Pena e o meia-atacante Taison serão desfalques. Já o volante Edenilson deve retornar à escalação titular, após cumprir suspensão automática.

Ficha técnica

– Inter: Daniel, Bustos (Moledo), Vitão, Gabriel Mercado, Renê, Rodrigo Dourado (Johnny), Gabriel, Carlos de Pena, Alan Patrick (Taison), David (Pedro Henrique) e Wanderson (Alemão). Técnico: Mano Menezes.

– Flamengo: Diego Alves, Matheuzinho, Rodrigo Caio, David Luiz, Filipe Luis (Ayrton Lucas), Willian Arão (Pedro), Thiago Maia (Marinho), Andreas Pereira, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel “Gabigol”. Técnico: Dorival Júnior.

– Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, de Santa Catarina, auxiliado pelos conterrâneos Alex dos Santos e Thiago Labes. No VAR, Daiane Caroline Muniz dos Santos (São Paulo).

A partida

Ainda tinha gente chegando ao estádio quando a torcida explodiu em um grito de gol aos 44 segundos. Era o Inter abrindo o placar: retomada a posse de bola, o meia Alan Patrick foi acionado e lançou o lateral Bustos, que entrou na área pela direita e cruzou rasteiro, para Wanderson estufar a rede flamenguista.

Em vantagem logo cedo, o Colorado recuou, puxando o adversário para o campo de ataque. Mas a marcação dos anfitriões se saía melhor e o rubronegro encontrou dificuldade para quebrar a resistência defensiva do time gaúcho, que também explorava os contra-ataques.

O Inter chegou aos 2 a 0 após um passe errado de Everton Ribeiro na intermediária. Alan Patrick aproveitou e tocou para David, que puxou o ataque e acionou pela esquerda Wanderson, que mais uma vez se mostrou decisivo, invadindo a área, cortando para dentro e batendo no canto.

Após o intervalo, o Flamengo se reapresentou em melhores condições, reduzindo a diferença aos 12 minutos, quando Willian Arão desarmou Alan Patrick no campo de ataque e lançou pela esquerda Bruno Henrique, que cruzou na medida para Andreas Pereira bater de primeira a bola para dentro do gol.

“De volta” à partida, a equipe carioca pressionava sem conseguir transformar o esforço em empate. Enquanto isso, o Colorado teve uma chance de ampliar, mas desperdiçou: aos 33 minutos, Pedro Henrique venceu a zaga e cruzou para Taison dentro da pequena área, mas este chutou pegou muito forte, “isolando” a bola sobre goleira.

Já nos descontos, o juiz assinalou pênalti de Matheuzinho em cima de Pedro Henrique. Na cobrança, o mesmo atacante colorado cobrou com qualidade. Bola de um lado, goleiro no outro. O duelo terminou em seguida, com comemoração nas arquibancadas. Para os colorados que desafiaram o frio para apoiar o seu time, o esforço valeu a pena.

Veja os melhores momentos

(O Sul)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade