O Ministério da Saúde anunciou que o país já tem garantido 140 milhões de doses da vacina contra o coronavírus, para o primeiro semestre de 2021.

A informação foi divulgada na noite desta quinta-feira (08), em coletiva para atualizar os dados epidemiológicos da pandemia no Brasil. Segundo o secretário-executivo da pasta, Elcio Franco, os imunizantes são do laboratório AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, e do programa COVAX Facility, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Somando essas duas iniciativas, que raciocinando-se com a possibilidade de duas doses, nós já temos garantido para o 1º semestre de 2021, o acesso a 140 milhões de doses de vacinas para aderir ao nosso Programa Nacional de Imunização (PNI)”, afirmou.

Franco ainda destacou as vantagens do mecanismo. “Um número diversificado de fabricantes, várias pesquisas sendo conduzidas simultaneamente, possibilitando a ampliação do portfólio de vacinas acessíveis pelo Brasil, em diferentes plataformas tecnológicas”, explicou.

(SBT News)