Roberto Jefferson apresenta perda de memória e família atribui ao diagnóstico de depressão pós-prisão
Search
Search
Foto: Divulgação

Roberto Jefferson apresenta perda de memória e família atribui ao diagnóstico de depressão pós-prisão

O ex-deputado está internado desde setembro

Compartilhe esta notícia

O ex-deputado Roberto Jefferson, atualmente detido em um hospital desde setembro, enfrenta problemas de perda de memória, segundo relatos de sua família. Alega-se que essa amnésia pode ser resultado do diagnóstico de depressão recebido após sua prisão em outubro do ano passado, quando Jefferson confrontou agentes da Polícia Federal durante o período eleitoral.

 

Familiares foram informados sobre a situação, destacando que o extremista demonstrou esquecimento de eventos políticos, incluindo detalhes da campanha eleitoral de 2022 e até mesmo a existência de alguns aliados, como Daniel Silveira.

 

O ex-deputado, durante encontros com familiares, expressou interesse em saber sobre a situação política, mas revelou confusão ao tentar recordar momentos recentes da história. Atualmente internado em um hospital particular na zona sul do Rio de Janeiro, Jefferson é acompanhado por dois policiais militares e monitorado por câmeras de segurança.

 

A perda de memória de Roberto Jefferson lança luz sobre as complexidades psicológicas enfrentadas por figuras públicas após períodos turbulentos, destacando a interseção entre saúde mental e eventos políticos intensos.

 

 

 

 

 

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram e no Whatsapp.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!