História de torcida organizada homossexual do Grêmio vai ganhar minissérie em 2025
Search
Foto: Ricardo Chaves / Divulgação/Libretos

História de torcida organizada homossexual do Grêmio vai ganhar minissérie em 2025

Ainda não foi definido nenhum nome do elenco e o Canal Brasil vai exibir os episódios

Compartilhe esta notícia

A história da primeira torcida organizada formada por homossexuais do Brasil vai ter sua história contada em uma minissérie com estreia prevista para 2025. A produção contará a trajetória da Coligay, formada por torcedores do Grêmio. 

A direção da minissérie vai ser de Paulo Machline e Rafael Gomes. O roteiro tem assinatura de Patrícia Corso e é baseado no livro Coligay: Tricolor e de Todas as Cores (2014), do jornalista Léo Gerchmann. Ainda não foi definido nenhum nome do elenco e o Canal Brasil vai exibir os episódios. 

Fundada e liderada por Volmar Santos, na época gerente da boate Coliseu, a Coligay nasceu na tarde de 10 de abril de 1977, no jogo Grêmio 2×1 Santa Cruz, pelo Campeonato Gaúcho. O grupo começou com algumas dezenas de torcedores e chegou a ter 200 integrantes

Eles vestiam trajes de paetê, calças justas e túnicas nas cores do clube. A Coligay enfrentou boatos preconceituosos, como o de que eram “colorados infiltrados para manchar a imagem do Grêmio”. Os jogadores demoraram a aceitar, mas depois enalteceram o apoio diferenciado.

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram e no Whatsapp.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!