A prefeitura assinou o contrato com a empresa Schaffer Construtora LTDA e Toniolo Busnelo S.A. para a execução de mais três lotes do Programa de Requalificação Asfáltica, dois estruturais e um funcional. Através dos contratos, 20 ruas, estradas e avenidas da Capital passarão por obras, totalizando mais de 32 km. Além da recuperação completa do pavimento, com aplicação de polímero, composto químico que aumenta a durabilidade do asfalto, as obras abrangem acessibilidade, sinalização e serviços de drenagem, com a limpeza de 44 mil metros de rede e 937 bocas de lobo. Serão implantados 250 metros de rede, 64 bocas de lobo e ainda 36 placas de concreto em corredores de ônibus. A ordem de início dos trabalhos será assinada no começo do mês de outubro.

Os contratos preveem a execução de obras estruturais, que envolvem trabalhos em base e sub-base da via, em trechos das avenidas Cristóvão Colombo, Benjamin Constant, Assis Brasil, Sertório, Cavalhada, Eduardo Prado, Juca Batista e Nilo Peçanha, das ruas Bernardino Silveira Pastoriza e dos Maias, além das estradas Belém Velho, João de Oliveira Remião, João Antônio da Silveira e São Francisco. Já a recuperação funcional, com fresagem e colocação de novo asfalto, passará pelas ruas Cel. Bordini, Quintino Bocaiúva, Eudoro Berlink, General Câmara, Vasco da Gama, Irmão José Otão e Santo Antônio, além do Largo João Amorim de Albuquerque e da Praça Marechal Deodoro.

As obras desses lotes têm prazo de execução de 18 meses e investimento total de R$ 35.356,935.

Programa de requalificação asfáltica

Ao todo serão seis lotes de recuperação estrutural e três de funcional. Serão requalificados 104,9 km de 66 vias de Porto Alegre. Nos dois primeiros lotes dessas obras, já em andamento, estão sendo investidos mais de R$ 23 milhões com recursos de financiamento da CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina. No lote 1, estão em execução as obras das avenidas Ipiranga, Protásio Alves e Antônio de Carvalho, além da Nilo Peçanha já concluída. Já no lote 2, trechos das ruas Bernardino Silveira Amorim e da Estrada João de Oliveira Remião estão em execução, além da avenida Bento Gonçalves, que tem um dos lotes em andamento e o outro já concluído. O programa, que tem investimento total de R$ 136,77 milhões em financiamentos, inclui, além dos dois lotes em execução e dos três contratados, mais quatro em processo licitatório. (O Sul)