Da MetSul Meteorologia

Alerta meteorológico divulgado ontem pela MetSul Meteorologia adverte para o alto risco de tempo severo no Rio Grande do Sul agora neste fim de semana, especialmente durante o domingo. Os meteorologistas da MetSul enfatizam que no seu deslocamento durante o domingo uma frente fria pelo Rio Grande do Sul trará chuva em todas as regiões, sem volumes altos na maioria das localidades, mas com ocorrências de chuva localmente forte a intensa por conta de temporais. Algumas destas tempestades podem ser fortes a severas com potencial de granizo e vento com risco de estragos.

“Se nos últimos episódios de tempo severo no estado gaúcho, a MetSul indicou granizo como o maior risco, desta vez a maior preocupação é com vento. Há um alto risco de vendavais no deslocamento deste sistema e que, isoladamente, podem ser muito fortes e com potencial de danos”, destacou o alerta.

As condições que levam a um cenário favorável a episódios localizados de vento forte a intenso com potencial de danos incluem uma corrente de jato em baixos níveis muito intensa, pressão atmosférica muito baixa e temperatura bastante alta na dianteira do sistema frontal. Estes e outros fatores não permitem que se descarte a possibilidade de episódios severos isolados de vento como downbursts (microexplosões atmosféricas) e até tornados.

Correntes de jato em baixos níveis, uma espécie de corredor de vento a cerca de 1.500 metros de altitude que se origina na Bolívia e vem até o Sul do Brasil, transportando ar seco e quente, estão presentes na esmagadora maioria dos episódios de tornado no Sul do Brasil. Contribuem para gerar um padrão de vento divergente de vento na atmosfera (cisalhamento) que está na gênese de tornados.

É sempre importante enfatizar que dias antes podem ser previstas condições favoráveis ao risco de tempestades fortes e tornados, tanto que a Meteorologia norte-americana tem um produto de tendências de tempo severo para até nove dias que incluem discussões e prognósticos antecipados de risco de tornado, o que é conduzido pelo Storm Prediction Center da NOAA.

O que não se pode com antecedência maior é prever onde exatamente um tornado pode se formar, até porque fenômeno de microescala e que em alguns casos tem poucos metros de diâmetro, logo extremamente isolado. Somente no curtíssimo prazo é possível se identificar qual ponto ou outro pode ser atingido. O que os dados permitem com maior antecipação é identificar quais regiões têm uma maior propensão a estes episódios severos de vento e, no caso deste fim de semana, o risco é amplo no Rio Grande do Sul, no Oeste de Santa Catarina e no Oeste do Paraná, mas particularmente alto no Oeste, Centro e o Norte gaúcho, além do Oeste catarinense e paranaense.

Outro risco associado a vento neste fim de semana, e este não decorrente de temporal, é a ocorrência de rajadas fortes de vento do quadrante Norte quente e seco pela atuação da corrente de jato em baixos níveis. Há possibilidade de vento Norte com rajadas fortes a ocasionalmente até intensas durante o fim de semana, especialmente na região de Santa Maria, nos vales e na Metade Norte gaúcha. E ainda nos estados de Santa Catarina e do Paraná, especialmente no Oeste, assim como no Mato Grosso do Sul e no Paranám, no domingo. Até no estado de São Paulo o vento Norte poderá soprar com rajadas fortes.

O vento Norte moderado a forte com rajadas associado à temperatura muito alta que se espera, perto ou acima de 40ºC em alguns pontos, trará risco extremo de fogo para áreas do Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo no domingo com qualquer queimada podendo sair rapidamente de controle e atingir maior dimensão ante as condições muito favoráveis para propagação de fogo.