Da MetSul Meteorologia

Muita gente se impressionou ontem com a notícia publicada ontem pela MetSul de que a Argentina na quinta-feira teve meio metro de neve e 44ºC de calor no mesmo dia entre o Sul e o Norte do país. Milhares de quilômetros separaram o Sul e o Norte argentino e o grande contraste, apesar de extremo, não chega a ser incomum. E o que dizer, então, do Rio Grande do Sul que tem o seu Sul e Norte separado por algumas poucas centenas de quilômetros?

A diferença de temperatura entre o Sul e o Sudoeste do Rio Grande do Sul para o Norte e o Noroeste do Estado na tarde desta sexta-feira é absurdamente alta e fora do comum, até mesmo para os padrões gaúchos. A temperatura às 14h em Livramento, na fronteira com o Uruguai, era de frios 12,4ºC e sensação térmica menor pelo vento. Em Santa Rosa, no Noroeste, no mesmo horário fazia 39,2ºC. Uma diferença de quase 27ºC com a fronteira em dia de inverno e o Noroeste sob um dia de verão muito quente.

Uma frente fria avança pelo Rio Grande do Sul e foi responsável por trazer queda de temperatura. Vai refrescar nas cidades do Norte e do Noroeste gaúcho sob intenso calor, mas na grande maioria delas apenas com vento que vai rotar para Sul com rajadas e sem registro de chuva.