Ministério Público Federal pede que Dnit apresente explicações de projeto da nova Ponte do Guaíba

Notícias

Ministério Público Federal pede que Dnit apresente explicações de projeto da nova Ponte do Guaíba

O trecho do Canal Furado Grande, que está com altura inferior à do plano inicial, é questionado
Foto: Maria Ana Krack/PMPA

Créditos da foto da notícia: Maria Ana Krack/PMPA.

O andamento das obras na nova Ponte do Guaíba está sendo questionado pelo Ministério Público Federal. O objeto de dúvidas é, justamente, o tão falado trecho do Canal Furado Grande, que teria sido construído com altura 44cm inferior à fixada no projeto original do empreendimento.

Caberá ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes prestar esclarecimentos a respeito do caso. A autarquia já foi oficiada, e tem dez dias para responder ao documento enviado de forma digital. A investigação pode se transformar em um inquérito civil em caso de irregularidades.
[in_article]
Os trabalhos na região chegaram a ser interrompidos, por mais de um mês, por conta das discussões provocadas a partir da chegada de uma empresa de consultoria. Entretanto, na quinta-feira, os engenheiros voltaram ao local para dar continuidade às obras, que ficam entre as ilhas do Pavão e dos Marinheiros.

O próprio Dnit ainda não divulgou um parecer definitivo a respeito da necessidade, ou não, de que seja refeita a parte questionada pelas autoridades. O único comunicado divulgado, até agora, afirma que “não existe a possibilidade de a água atingir a pista, uma vez que ela se encontra acima da série histórica dos 100 anos”. (Aristóteles Júnior | Band)

Patrocínio
Publicidade

Desenvolvido por: