Rússia afirma que vacina Sputnik-V exige 56 dias de abstinência alcóolica – Porto Alegre 24 horas
Foto: EFE | EPA

Rússia afirma que vacina Sputnik-V exige 56 dias de abstinência alcóolica

Médicos especialistas explicaram que é preciso deixar de ingerir bebidas álcoolicas antes e depois de receber a primeira e a segunda dose, o que causou descontentamento entre os russos

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Nesta terça-feira, 8, autoridades da Rússia afirmaram que serão necessários 56 dias de abstinência alcoólica para receber a vacina contra a Covid-19. A médica especialista Anna Popova explicou que é preciso deixar de ingerir bebidas alcoólicas 14 dias antes de receber a primeira parte da vacinação e continuar com o regime durante os 21 dias seguintes.

Passado esse intervalo, a pessoa deverá receber a segunda dose e continuar com a abstinência por mais 21 dias. “Se queremos saúde e autodefesa, devemos deixar que o corpo a forme. Portanto, nem antes, nem depois, nem durante. Simplesmente, nunca e em nenhum caso”, disse Popova sobre o consumo de álcool.

Na sexta-feira, 4, a vice-primeira-ministra da Rússia, Tatyana Golikova, já havia pedido que os interessados em receber a Sputnik-V restringissem o consumo de álcool por 42 dias. A imprensa local veiculou que muitos russos reagiram negativamente à abstinência, especialmente no período que antecede os feriados do Natal e Ano Novo. No entanto, a vacinação em massa contra a doença causada pelo novo coronavírus, que deve começar ainda nessa semana, será gratuita e voluntária. (Jovem Pan)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade