Adepto do QAnon que chamou pandemia de farsa morre de covid-19 – Porto Alegre 24 horas

Adepto do QAnon que chamou pandemia de farsa morre de covid-19

Ele também afirmava que crianças escravas eram enviadas a Marte pela Nasa
Foto: reprodução/Wikimedia

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Robert David Steele, adepto e colaborador do movimento QAnon, morreu vítima da covid-19. Ele era ex-funcionário da CIA e se gabava de primeira pessoa do mundo a chamar o novo coronavírus de “farsa”.

“Eu não vou me vacinar, apesar de eu ter testado positivo para o que quer que seja que eles estejam chamando de ‘covid’ atualmente. Mas o principal é que meus pulmões não estão funcionando”, escreveu Steele em 17 de agosto.

“Estou vivo hoje porque tive uma rede que me colocou em um bom hospital”, escreveu antes de morrer.

Steele morreu, na última segunda-feira, 30, depois de lutar contra a doença por quase um mês em um hospital.

Ele afirmava que a Nasa mantinha uma colônia de crianças escravas em Marte e também promoveu uma campanha antivacinação.

O QAnon é a teoria conspiratória principal dos seguidores de Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos.

Via Catraca Livre

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade