Vaza vídeo de criança com covid isolada em hospital da China – Porto Alegre 24 horas

Vaza vídeo de criança com covid isolada em hospital da China

Enfermeira que fez o vídeo disse que viu uma ambulância repleta de crianças chegando com os trajes de proteção química
Foto: reprodução

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Uma imagem de uma criança vestida com um macacão de proteção química em hospital na China mostra como tem sido feito o isolamento de pessoas infectadas com a covid-19 por lá.

O vídeo mostra um menino caminhando com o corpo todo coberto com uma mochila nas costas antes de passar por uma tomografia computadorizada e entrar em isolamento.

A cena no hospital caiu em uma plataforma chamada Weibo, rede semelhante ao Twitter da China, e viralizou.

De acordo com a CNN, o vídeo foi feito por uma enfermeira na cidade de Putian, que vive o mais recente surto da variante Delta no país asiático.

“Um menino de 4 anos foi infectado, infelizmente”, diz a legenda no vídeo. “Sem pais como acompanhantes. Passando a quarentena sozinho”.

Em entrevista ao jornal local “Fujian Health Daily”, a enfermeira disse que ficou comovida ao ver uma ambulância repleta de crianças chegando, com os trajes de proteção.

“Ver crianças sozinhas, sem os pais ao lado, em um hospital que não conhecem e com medo, foi um momento em que meu coração doeu de verdade”, disse.

As autoridades sanitárias da cidade onde a cena foi gravada impõem regras rígidas de controle de epidemias, que proíbem os pacientes de covid-19 de terem qualquer acompanhante durante o isolamento.

De acordo com jornais de Taiwan, o hospital afirmou que, para reduzir o medo das crianças, personagens de desenhos animados foram afixados nas paredes da enfermaria, além de deixar material de leitura extracurricular para elas.

Covid-19 na China

A China tenta controlar novos surtos da doença com várias medidas restritivas, como testar, isolar rapidamente pessoas infectadas e seus contatos em instalações próprias, além de colocar bairros inteiros em lockdown.

Via Catraca Livre

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade