Alemanha cogita vacinação obrigatória diante de aumento da covid-19 – Porto Alegre 24 horas

Alemanha cogita vacinação obrigatória diante de aumento da covid-19

Número de infecções pelo novo coronavírus voltou a disparar
Foto: PixaBay

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Uma líder dos Verdes da Alemanha, partido que deve fazer parte do novo governo do país, manifestou, nesta quarta-feira (24), apoio à vacinação obrigatória contra a covid-19, já que o número de infecções pelo novo coronavírus voltou a disparar.

A Alemanha registrou 66,88 mil novas infecções e 335 mortes adicionais pelo novo coronavírus, o que eleva o total de óbitos para quase 100 mil, de acordo com dados do Instituto Robert Koch de Doenças Infecciosas, divulgados hoje.

A chanceler Angela Merkel, que se prepara para entregar o governo aos Verdes, ao Partido Social Democrata (SPD) e ao Partido Liberal Democrata (FDP), convocou ontem os líderes das três siglas para discutir a pandemia.

Katrin Goering-Eckardt, líder parlamentar dos Verdes, afirmou que lockdowns e restrições contínuas aos contatos sociais são uma imposição maior do que a exigência de vacinação.

Inicialmente, a vacinação obrigatória era necessária em instalações de cuidados para proteger grupos particularmente sensíveis, disse ela à rádio Deutschlandfunk, acrescentando que adotar a vacinação obrigatória não significa que ela ficaria a cargo da polícia.

Por enquanto, o FDP se opõe à obrigatoriedade da vacinação.

O Ministério da Saúde elaborou proposta para que a vacina seja obrigatória a partir de 1º de janeiro de 2022 para funcionários de casas de repouso e clínicas, informou a revista Spiegel.

Agencia Brasil

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade