Mãe impede o suicídio de adolescente que participava do jogo “Baleia Azul”

Mãe impede o suicídio de adolescente que participava do jogo “Baleia Azul”

Compartilhe esta notícia

A Polícia Civil do Rio de Janeiro ouviu mais uma adolescente vítima do jogo “Baleia Azul”, disputa virtual que inclui desafios que podem induzir ao suicídio. De acordo com a investigação, a vítima foi impedida de pular de um prédio porque a mãe a seguiu, após desconfiar de uma série de escoriações no corpo da garota, causadas por automutilações (um dos 50 desafios macabros do jogo).



Levada de volta para casa, a adolescente ainda tentou outras formas de suicídio, mas foi novamente impedida. Este já é o segundo caso confirmado do “Baleia Azul” na Região Metropolitana da capital fluminense, de cinco que estão sendo apurados. Ao todo, oito Estados registraram alertas envolvendo incidentes com o jogo virtual. (O Sul)



 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade