Temer condecora Lasier, Sartori e ministros investigados na Lava Jato

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





O presidente Michel Temer (PMDB) distribui homenagens nesta quinta-feira (20), em Brasília. Ministros investigados na Lava Jato, os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM) e Eunicio Oliveira (PMDB), o senador gaúcho Lasier Martins (PSD) e o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), estiveram entre os políticos agraciados com a comenda da Ordem de Rio Branco, de acordo com o Diário Oficial da União.

Maior honraria do governo brasileiro, a condecoração foi instituída em 1963 e tem o objetivo de reconhecer a atuação de brasileiros e estrangeiros em prol do Brasil nas mais diversas áreas. A insígnia é dividida em cinco graus: Grã-Cruz, Grande Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro, além de uma Medalha anexa à Ordem.

Mereceram a honraria distribuída por Temer, que teve ao seu lado o ministro de Relações Exteriores, Aloysio Nunes, e da Casa Civil, Eliseu Padilha, os ministros delatados na lista de Fachin Helder Barbalho, da Integração, Marcos Pereira, do Desenvolvimento, e Bruno Araújo, das Cidades. Entre os governadores, a honraria no grau de grã-cruz foi, além de Sartori, para Beto Richa (PSDB), do Paraná, e João Raimundo Colombo (PSD), de Santa Catarina, entre outros.

A recente denúncia de agressão contra Lasier Martins (PSD), investigado depois que a esposa o denunciou, também não impediu que ele recebesse a medalha no grau de grande oficial. (Sul 21)