Conheça cinco doenças que podem ser identificadas pela urina – Porto Alegre 24 horas

Conheça cinco doenças que podem ser identificadas pela urina

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





Pode parecer inusitado, mas a urina é um termômetro para avaliar como anda nosso organismo. A partir da coloração dela é possível identificar a presença de algumas doenças, como pedra nos rins e até câncer de bexiga. Sua composição está ligada também ao que comemos e ao uso de algumas medicações. Por isso, em parte dos casos, a alteração não deve ser motivo para grande preocupação.

Mas é importante estar ligado para perceber se algo estiver fora do padrão. Assim, detecta-se precocemente uma patologia que pode ser tratada com maior antecedência e bons resultados.

— Outro sinal de alerta é o cheiro. O paciente pode apresentar uma urina com odores característicos, como de amônia, um cheiro forte, que pode significar infecção, ou um adocicado, que pode ser diabetes. A urina normal deve ter um tom amarelo claro, não pode ter resíduos, nem ser leitosa ou densa — explica o urologista Alex Meller, da Clínica Unix.

Ente os casos mais graves, explica o médico, está a urina com sangue, por ser um risco de uma neoplasia, ou seja, um câncer de bexiga. Proteína na urina também é algo grave, pelo risco de uma insuficiência renal, em que o rim para de funcionar.



Fique atento aos sinais:

Pedras nos rins – Também são chamadas de cálculos renais. São cristais que se acumulam na urina e que pela falta de líquido, que normalmente os dissolvem, permanecem nos rins e costumam obstruir o trato urinário. Os sintomas normalmente são: dores nas costas, no abdômen, vômitos e febre. Neste caso, em especial, a urina detecta a doença, pois ela causa ou a suspensão ou a diminuição do xixi, além da presença de sangue e o aumento da frequente vontade de urinar. Para tratar as pedras nos rins, a pessoa precisa usar medicamentos prescritos pelo médico e deve, em situações mais graves, passar por cirurgias de remoção de cálculos.

Infecção urinária – Surge através do desenvolvimento da bactéria conhecida como ‘E.coli’, que permanece no trato urinário. É uma doença que surge por causa de vários motivos, como: quando a pessoa deixa de beber água, segura a urina por muito tempo ou não higieniza direito sua região íntima. As pessoas mais suscetíveis a doença também são as mulheres que possuem uretra curta, que tenham uma vida sexual muito ativa ou que tenham baixa imunidade. Os sintomas comuns são: a ardência na hora de urinar ou dor, presença de sangue, xixi com cor escura ou com cheiro forte e a vontade incontrolável de ir no banheiro. Para detectar a doença, a pessoa deve ter que fazer um exame de urina, e logo que o problema é encontrado, antibióticos receitados por um médico devem ser consumidos para resolver tal situação.



Desidratação – A urina é um indicador de aviso de desidratação. De fato, um sinal chave que você está desidratado, é a produção de urina pouco ou nenhum. Isso é óbvio, menor teor de água, logicamente leva a menos urina sendo produzido. Mas a cor da urina e desidratação são muito estreitamente ligados. Urina é amarelo caracteristicamente de cor clara. Mas quanto mais escura a cor da urina, o mais grave é a sua desidratação.

Câncer de Bexiga – Na maioria dos casos, sangue na urina (hematúria) é o primeiro sinal de alerta do câncer de bexiga. Às vezes, não existe uma quantidade de sangue suficiente para alterar a cor da urina. Dependendo da quantidade de sangue, a urina pode ter uma cor alaranjada ou menos frequentemente vermelha escura. Em outros casos, a cor da urina é normal, mas pequenas quantidades de sangue podem ser encontradas no exame de urina realizado por outros sintomas ou como parte de um exame médico de rotina.

Doenças no fígado ou ductos biliares – Urina de cor laranja/castanha pode ser um sinal de problema no fígado ou nos ductos biliares, por exemplo, hepatite ou cirrose. Ter uma doença no fígado pode ser grave e requer maior atenção. (AG)



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade