Susepe realiza operação padrão em protesto contra o 20º parcelamento de salários – Porto Alegre 24 horas

Susepe realiza operação padrão em protesto contra o 20º parcelamento de salários

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





O governo do Estado paga nesta segunda-feira apenas R$ 650 na primeira parcela do pagamento de julho. A expectativa é quitar a folha até o dia 15 de agosto. Como forma de protesto, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Sul realiza, a partir desta segunda-feira, uma operação padrão. De acordo com o presidente da entidade, Flávio Berneira, os agentes só irão trabalhar cumprindo as normas previstas. Serviços como utilização de viaturas fora de condições e escoltas sem o número mínimo de agentes não serão realizados.

Berneira ressalta que a operação se difere da greve. Os agentes apenas não irão se expor a atividades que põem em risco sua segurança.

Também como forma de protesto com o 20º parcelamento do governo Sartori, o Cpers convocou educadores para uma assembleia-geral nesta terça-feira, às 10h, em frente ao Palácio Piratini. Os professores irão avaliar a deflagração de greve já a partir desta terça-feira.



O governo justifica que o pagamento de um valor baixo acontece porque apenas R$ 320 milhões estão disponíveis em caixa. O recurso também contempla o pagamento da oitava parcela do 13º salário de 2016, que representa R$ 102 milhões.

Nesta segunda-feira, o governo fará o pagamento da parcela da dívida com a União do mês de julho, que é de R$ 142,2 milhões. O Tesouro do Estado fez, nos últimos dias, repasses dos duodécimos aos demais Poderes e órgãos (R$ 325 milhões) e a complementação da cota mensal para a área da saúde, que se aproximou de R$ 170 milhões. (Band RS)



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade