Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp




O Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) apresentou, nessa quinta-feira (24), o resultado de suas atividades no primeiro semestre de 2017. De janeiro a julho deste ano, foram presos 538 foragidos e apreendidos 422 armas, 27,37 quilos de cocaína, 103,35 quilos de maconha e 11,53 quilos de crack.

Sediado em Canoas, o CPM é responsável pelo policiamento ostensivo em Alvorada, Cachoeirinha, Esteio, Glorinha, Gravataí, Nova Santa Rita, Sapucaia do Sul e Viamão, além de Canoas. Sua área de abrangência é de cerca de 1,2 milhão de quilômetros quadrados, o que equivale a 0,4% do território gaúcho, e atende mais de 1,4 milhão de pessoas ou 12,9% da população do Rio Grande do Sul.


Os dados foram apresentados pelo comandante do CPM, coronel Altemir Lima, ao comandante-geral da Corporação, coronel Andreis Silvio Dal’lago. De acordo com o coronel Lima, o CPM tem atingido o objetivo de oferecer sensação de segurança à população da na Região Metropolitana. “Procuramos manter a ordem nos municípios em que somos responsáveis pela preservação da ordem pública”, afirmou.

O coronel Lima lembrou, também, que o CPM tem apresentado resultados positivos, em termos operacionais e administrativos, e reconheceu a importância do suporte oferecido pelo Programa Avante da Brigada Militar.

“Evoluímos muito nesses últimos anos e esperamos, em breve, poder agregar maiores avanços, principalmente nos campos da tecnologia e do aperfeiçoamento dos nossos recursos humanos”, acrescentou.

O CPM é responsável pelo policiamento ostensivo de uma região que concentra quase 13% da população do Rio Grande do Sul. Foto: Rafael Silva/BM

Segundo o coronel Andreis Dal’lago, um dos eixos do Programa Avante é a valorização do potencial humano. “Com essas visitas aos CRPOs, iniciada na semana que passou, com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), queremos aproximar o comando-geral da corporação aos que fazem a Brigada acontecer. Também viemos verificar as condições e o ambiente de trabalho”, explicou.

Além de viaturas e motos, o CPM possui um canil, com oito cães, para o apoio nas atividades de policiamento.