Convênio entre Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Secretaria Estadual da Saúde vai garantir tratamento de ponta a pacientes do SUS – Porto Alegre 24 horas

Convênio entre Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Secretaria Estadual da Saúde vai garantir tratamento de ponta a pacientes do SUS

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





O HCPA (Hospital de Clínicas de Porto Alegre) e a SES (Secretaria Estadual de Saúde) assinaram nesta quinta-feira (16) um convênio que vai garantir a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) o Tavi: tratamento da estenose aórtica com Implante de Válvula Aórtica Percutânea. Indicado para pessoas idosas ou que não podem se submeter a uma cirurgia de peito aberto, o Tavi tem como vantagens o fato de ser um procedimento minimamente invasivo, que oferece uma recuperação mais rápida e mortalidade inferior àquela esperada com o tratamento cirúrgico convencional.




Atualmente, o implante não é oferecido pelo SUS, o que tem gerado alguns pedidos na Justiça. Para ajudar mais pacientes e, consequentemente, auxiliar na redução de pedidos de judicialização junto ao Estado, o Hospital de Clínicas, por meio dessa parceria com a SES, vai oferecer o tratamento a 24 pacientes, durante dois anos. Após este período, o convênio será reavaliado por ambas instituições.

No Brasil, cerca de 200 mil pessoas acima de 75 anos têm o diagnóstico de estenose aórtica (quando a válvula aórtica não consegue abrir completamente devido ao acúmulo de cálcio e fósforo), doença cardíaca que se não for tratada e diagnosticada a tempo, pode levar à morte em poucos meses. O tratamento convencional para a doença é a cirurgia de peito aberto, na qual a válvula aórtica precisa ser substituída e a nova precisa ser suturada internamente. Para os pacientes que não podem passar por uma cirurgia tão invasiva, o Tavi tem sido o tratamento indicado. (O Sul)



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade