Porto Alegre só deve ter biometria para 100% dos eleitores em 2022 – Porto Alegre 24 horas

Porto Alegre só deve ter biometria para 100% dos eleitores em 2022

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





A menos de um ano do próximo pleito eleitoral, 36,8% do total de aproximadamente 1,1 milhão de eleitores de Porto Alegre realizaram o cadastramento biométrico. Inicialmente, havia a expectativa de incluir todos dentro do novo sistema de identificação, mas esse processo deve ficar para 2022. Para evitar atrasos maiores, no entanto, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) está se empenhando em chamar os porto-alegrenses até os cartórios eleitorais para atualizarem os dados o quanto antes.

O procedimento é simples, e consiste no cadastro das digitais no sistema. Além disso, mediante apresentação de comprovante de residência, título e documento de identidade, o eleitor pode solicitar alteração do domicílio eleitoral, por exemplo. Quem não está em dia com a Justiça Eleitoral precisa quitar multas e pendências, procedimento que também pode ser realizado no próprio cartório, junto com a biometria.




No Rio Grande do Sul, 382 das 497 cidades já concluíram o processo. Isso representa 76,8% do total de cidades. Até que a totalidade dos eleitores brasileiros sejam cadastrados, a identificação tradicional – mediante documento de identidade oficial com foto e o título eleitoral – segue em vigência. O sistema misto, em que há a identificação biométrica e a tradicional, também vai seguir sendo aplicado no Rio Grande do Sul.

O TRE promove, igualmente, campanhas para incentivar o cadastro biométrico. Nessa quarta-feira, por exemplo, esteve na Arena, durante partida entre Grêmio e São Paulo, e no próximo dia 25 vai até o Beira-Rio, para conclamar os torcedores a atualizarem o cadastro. O TRE deixa claro, no entanto, que ninguém vai ser impedido de votar caso não faça o cadastramento neste momento. O sistema biométrico visa dar mais segurança ao eleitor e evitar fraudes no sistema eleitoral. (Ananda Muller / Rádio Guaíba)



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade