Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp





A Secretaria de Segurança Pública (SSP) tem até segunda-feira para retirar o grupo de quase 100 detentos que estão acampados, ao ar livre, em um dos pátios da Cadeia Pública de Porto Alegre (antigo Presídio Central). A determinação é da juíza Sonáli da Cruz Zluhan, da Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre.

Os apenados encontram-se no local desde o final de outubro após terem entrado em um conflito com os presos de um dos pavilhões. Trata-se do mesmo grupo que já haviam permanecido no pátio no final de agosto deste ano alegando terem sido expulsos de uma galeria.



Todos são integrantes do grupo do traficante Colete, executado ainda em agosto na vila Maria da Conceição, provavelmente em uma disputa interna de uma organização criminosa de narcotráfico. Em decorrência da primeira ocupação do pátio da casa prisional, alguns foram então remanejados na época para outros estabelecimentos prisionais, mas a maioria permaneceu na Cadeia Pública, sendo acolhida no pavilhão onde agora também se indispuseram com os outros detentos. (Correio do Povo)