Meio Ambiente avança na implantação de parque estadual no RS

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





Sete escrituras públicas que transmitem a propriedade para o Estado de áreas inseridas no Parque Estadual da Quarta Colônia, no total de 251 hectares, avaliadas em R$ 894 mil foram assinadas pela Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e a CEEE nesta sexta-feira (22). A secretária adjunta Maria Patrícia Möllmann explica que se trata de cumprimento de compensação ambiental proveniente da Usina Hidrelétrica de Dona Francisca, situada no Rio Jacuí.




Segundo a secretária adjunta, este importante passo permite que a Sema faça melhorias nas estruturas e imóveis existentes na Unidade de Conservação, possibilitando a visitação pública, com atividades de educação ambiental e lazer, além de atividades de pesquisa. Para tanto, a Sema já elaborou um anteprojeto, com apoio da prefeitura municipal de Agudo e da Fepam, e estava aguardando receber a titularidade das áreas para contratar serviços de engenharia para projetos específicos e para a reforma das estruturas, o que será feito no decorrer do próximo ano, também com recursos da compensação ambiental.

O Parque Estadual Quarta Colônia foi criado em 2005 e está localizado na margem esquerda do reservatório da Usina Hidrelétrica, abrigando remanescentes de Floresta Estacional Decidual. As principais finalidades da unidade são a proteção desses remanescentes e de espécies constantes na Lista Brasileira de Espécies Ameaçadas de Extinção, como papagaio-charão (Amazona pretrei), paca (Agouti paca), veados (Mazama sp), gatos do mato (Oncifelis geoffroyi e Leopardus tigrinus).