Prefeitura e Brigada Militar realizam ação integrada de segurança no Camelódromo da Capital

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp




Na tarde desta quinta-feira, 11, a Diretoria de Indústria e Comércio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) e a Brigada Militar (BM) realizaram uma ação integrada de fiscalização no Popcenter (Shopping popular) localizado no Centro Histórico. O objetivo da ação, além de coibir a comercialização de produtos ilegais, tem o objetivo de trazer maior segurança aos consumidores e frequentadores do shopping.

Como parte da operação, o 9º batalhão da Brigada Militar e o BOE (Batalhão de Operações Especiais) também realizaram abordagens de segurança nas proximidades da região. Durante a operação, as equipes de fiscalização da SMDE interditaram cautelarmente seis lojas por indício de comercialização de produtos eletrônicos sem procedência, como aparelhos de celulares, tablets, notebooks e similares.




O material apreendido pelos fiscais, será encaminhado a Brigada Militar que, em conjunto da Polícia Civil, iniciarão inquéritos de investigação aos estabelecimentos autuados. A operação ocorreu sem ocorrência de incidentes. As ações integradas de fiscalização ao Popcenter ocorrerão regularmente e fazem parte das estratégias de combate ao comércio ilegal no Centro Histórico, que busca também recuperar os espaços públicos além de inibir a comercialização de produtos ilegais.

POP Center: 

O Pop Center é um shopping popular com mais de 800 lojas e 20 mil metros quadrados de área construída. Localizado na Praça Rui Barbosa, Centro Histórico, está em atividade desde fevereiro de 2009. O  empreendimento conta, também, com estacionamento, restaurante, agência bancária e farmácia. Foi construído por meio de uma Parceria Público Privada.  A empresa vencedora da licitação administra o empreendimento. Toda a infraestrutura do espaço foi desenvolvida para facilitar o trabalho dos antigos camelôs, hoje comerciantes populares regularizados pela SMDE. Os boxes dos lojistas têm de três a quatro metros quadrados, com pontos de luz e telefone. (PMPA)