21 municípios já adotaram o racionamento de água em 2018 – Porto Alegre 24 horas

21 municípios já adotaram o racionamento de água em 2018

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





A região sul do Estado tem sofrido ao longo deste ano de 2018 com a estiagem. A falta de chuvas obrigou diversos municípios a adotarem o racionamento de água, em pleno verão.

A Defesa Civil contabiliza que ao todo são 21 cidades. Uma delas é Bagé, na fronteira com o Uruguai. Segundo o prefeito Divaldo Lara a situação chegou a um ponto bastante crítico. “O abastecimento de Bagé é feito por barragem e as três barragens que temos não suportam fortes estiagens”, afirma o prefeito.




Em função desta falta de água, o município adotou um sistema de racionamento. O dia é dividido em duas partes de 12 horas. Nas quais em uma delas, a metade norte da cidade é abastecida. Nas outras doze horas, a outra metade recebe água em suas torneiras.

“Com essa medida nós conseguimos prolongar a situação da nossa barragem, prolongar uma reserva de água de aproximadamente mais 60 a 75 dias até que se volte à normalidade”.

Além do racionamento, muitos municípios optaram por decretar situação de emergência. Com isto, as cidades adquirem o direito a terem verbas extras vindas do Governo Federal, além de dispensar licitações na contratação de serviços essenciais.




Lara está indo à Brasília para acertar detalhes quanto ao recebimento destas verbas pelo município de Bagé.

“São recursos que vão ser acertados provavelmente pro final do nosso mandato ou talvez até no próximo mandato. Tem que deixar encaminhado, em algum momento isso vai entrar. Não há soluções imediatas por parte do Governo Federal no que se refere à situação de calamidade em que se encontra o município”, afirma Lara.

A previsão para o término desta estiagem não é positiva. Somente em junho, os níveis de acúmulo de água devem aumentar. Com a umidade do solo em um nível bastante baixos, meteorologistas destacam que para que a situação volte ao normal são necessárias chuvas espalhadas, intensas e duradouras. (Band)



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade