Campanha “Só tenha filhos, se puder criar” gera polêmica no Rio Grande do Sul – Porto Alegre 24 horas

Campanha “Só tenha filhos, se puder criar” gera polêmica no Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





O município de Quaraí, na região da Fronteira Oeste lançou ainda no ano passado uma campanha de conscientização a respeito do planejamento familiar. Imagens foram espalhadas pela cidade, com uma frase bastante impactante:“Só tenha filho, se puder criar”.

Entretanto, a fase recebeu uma repercussão maior a partir da última semana. Relatos contestam a campanha afirmando que a frase é preconceituosa, condicionando o direito de ter filhos às pessoas com condições financeiras.




A Secretaria de Saúde do município, Fabiana Saldanha justifica que o objetivo da campanha é a conscientização das pessoas. E que as condições de criação de um filho não se limitam apenas à aspectos financeiros, mas também à psicológicos e de estrutura familiar: “Muitas pessoas não têm capacidade psicológica de ter um filho. A intensão nunca foi esterilizar ninguém, é convocar uma reflexão sobre planejamento familiar.”

A principal falha, de acordo com Fabiana é a falta de conscientização. Ela afirma que o município dispõe de campanhas que fazem o acesso de métodos contraceptivos. “Mesmo com acesso à informação, elas não estavam tendo a informação correta. Precisávamos que isto fosse feito através de uma reflexão”, relata.




O fato de não ter condições, a que a prefeitura se refere principalmente aos casos de jovens, que não desejam ter filhos mas por descuido passam a ter que cuidar de outra vida. “Queremos que seja feita uma reflexão”, diz.

Os outdoors estão espalhados por toda a cidade e contam com a imagem de uma criança triste e o lema “Só tenha filho se puder criar” e a prefeitura julga que a repercussão é positiva, em cima da ação e tem movimentado o debate a respeito do tema, no município de 24 mil habitantes. (Band)



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade