Cobertura de vacinação da gripe frustra expectativas – Porto Alegre 24 horas

Cobertura de vacinação da gripe frustra expectativas

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





Mais de um 1,8 milhão de pessoas já foram vacinadas contra a gripe. O número representa 56% dos grupos prioritários. O dia D da vacinação foi no último sábado (12), no qual a Secretaria Estadual de Saúde estima que cerca de 234 mil pessoas tenham sido imunizadas. Porém, o número foi abaixo do esperado. “Não ficamos muito satisfeitos com o retorno do Dia D de vacinação, quando esperávamos que um número maior de pessoas comparecesse. De uma maneira geral, ainda temos três semanas de campanha e acreditamos que as pessoas irão procurar as unidades”, conforme a chefe de Divisão de Vigilância Epidemiológica, Tani Ranieri.

Entre os grupos prioritários, os idosos foram os que mais procuraram os postos de saúde. A cobertura mais baixa é a das crianças. Foram 222 mil vacinadas até o momento, o que significa pouco mais de um terço dos 90% almejados.




De acordo com Tani Ranieri, o motivo é multifatorial, mas um dos principais é o receio que os pais têm com a vulnerabilidade a outras doenças. Ela ressalta que o único fator que impede a vacinação é febre: “Outras viroses circulam e os pais têm um pouco de receio com relação a levarem seus filhos que estão, por exemplo, com quadro de gripal. Queremos alertar que isto não é contraindicação à vacina, nem mesmo o uso de antibióticos.”

A vacina protege contra três tipos de vírus Influenza. Até agora, 22 casos de internação por gripe foram registrados no Rio Grande do Sul. Na grande maioria deles, os pacientes fazem parte de um dos grupos mais vulneráveis ou tinham algum fator de risco. Não houve nenhuma morte.

Os números de 2018 são inferiores aos registrados no ano passado. Além de crianças com mais meses e menos de cinco anos, idosos e gestantes, pessoas com problema respiratório ou cardiovascular crônico, obesidade, e doença neurológica também têm prioridade. A vacinação vai até o dia 1º de junho e não há previsão de ampliação da data. (Band)



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade