Guarda Municipal deve compartilhar posto na Redenção com a Brigada Militar – Porto Alegre 24 horas

Guarda Municipal deve compartilhar posto na Redenção com a Brigada Militar

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





Está cada vez mais próximo o compartilhamento da Guarda Municipal (GM) e da Brigada Militar no uso do posto existente na Redenção, na avenida Osvaldo Aranha, no bairro Bom Fim, em Porto Alegre. O local, por enquanto, serve apenas como base operacional da GM. Nesta quinta-feira ocorreu uma reunião para tratar da parceria que contou com as presenças do secretário municipal de Segurança, Kleber Senisse; do comandante do 9º BPM, tenente-coronel Rodrigo Mohr Picon e do presidente da Associação dos Amigos do Bom Fim, Carlos Alexandre Randazzo, entre outros convidados.

O retorno da Brigada Militar deve-se ao aumento de efetivo na corporação. “Hoje temos condições de trabalhar um pouquinho melhor. Para nós aquele posto é importante e essencial”, declarou o comandante do 9ºBPM. A nossa ideia é montar uma central dos nossos grupos de WhatsApp que estão funcionando muito bem. O policial terá contato com toda a comunidade. Teremos internet, computadores e daremos uma resposta mais rápida à comunidade”, complementou o tenente-coronel Rodrigo Mohr Picon. O oficial acredita que a simples presença de brigadianos no local espanta os criminosos na região.




Já o secretário municipal de Segurança, Kleber Senisse, destacou que a reunião discutiu como “a comunidade poderá participar do processo e qual o ganho que vai se ter com a instalação do posto da BM”.

De acordo com ele, o projeto de parceria entre GM e BM no local está sendo montado. “O primeiro ponto que julgo importante é a integração e o trabalho em sintonia. Estamos somando os esforços para melhoria do serviço prestado.

Tem que ser um modelo diferenciado e novo”, frisou. Ele previu até uma maior segurança na Redenção pois é a mesma “frequentada por um grande número de turistas e da população não somente nos sábados e domingos”.

Kleber Senisse lembrou que existem 26 câmeras de monitoramento que fazem parte do cercamento eletrônico na área. “Vamos aumentar a segurança dentro do parque”, garantiu. Os estudantes da Ufrgs, que costumam ser vítimas de assaltos no entorno, também devem ser beneficiados.




A volta da BM ao local já está sendo comemorada pela comunidade. “É extremamente importante a reabertura por causa da quantidade de moradores e comerciante no bairro. Temos 200 mil pessoas nos fins de semana na Redenção e 15 mil que transitam diariamente no Hospital de Clínicas e Hospital de Pronto Socorro, além da vida noturna”, afirmou o presidente da Associação dos Amigos do Bom Fim, Carlos Alexandre Randazzo.

“Nós registramos desde o fechamento do posto o aumento da criminalidade ao redor”, recordou. “Nossa associação foi criada justamente para construir o posto em 1987”, disse, acrescentando que a entidade arrecadou então recursos para a construção do prédio que depois foi entregue à Brigada Militar. O local foi fechado em abril de 2016 sob alegação de falta de efetivo da BM, sendo devolvido à Prefeitura de Porto Alegre que repassou depois à GM. “A ideia é formar a parceria para que o posto seja de monitoramento para a segurança pública. Com certeza ele afugenta a criminalidade”, observou. “Vamos unir forças em prol da segurança pública”, concluiu Carlos Alexandre Randazzo. (Correio do Povo)



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade