Foto: Maria Ana Krack/PMPA

Ar-condicionado dos ônibus de Porto Alegre devem se manter desligados mesmo com o forte calor

Mesmo com calo janelas devem permanecer abertas.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Os coletivos de Porto Alegre devem permanecer com os veículos sem refrigeração por ar-condicionado, mesmo com as altas temperaturas, devido à pandemia de coronavírus. Desde 2017, os coletivos equipados com ar-condicionado deveriam ligar os equipamentos assim que a temperatura ultrapassasse os 24ºC, mas este ano a obrigação foi suspensa. As informações são de GZH.

Em junho a prefeitura atualizou o decreto de calamidade pública imposto pela pandemia, e na seção referente ao transporte público, ficou decidido que “para manter o ambiente arejado, o transporte deverá circular com janelas e alçapões de teto abertos, e ar-condicionado desligado”.

Segundo informações da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), a intenção do decreto é deixar “a saúde dos usuários em primeiro lugar” e para isso “manter as janelas abertas torna o ônibus um local mais seguro”.