Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

Os coletivos de Porto Alegre devem permanecer com os veículos sem refrigeração por ar-condicionado, mesmo com as altas temperaturas, devido à pandemia de coronavírus. Desde 2017, os coletivos equipados com ar-condicionado deveriam ligar os equipamentos assim que a temperatura ultrapassasse os 24ºC, mas este ano a obrigação foi suspensa. As informações são de GZH.

Em junho a prefeitura atualizou o decreto de calamidade pública imposto pela pandemia, e na seção referente ao transporte público, ficou decidido que “para manter o ambiente arejado, o transporte deverá circular com janelas e alçapões de teto abertos, e ar-condicionado desligado”.

Segundo informações da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), a intenção do decreto é deixar “a saúde dos usuários em primeiro lugar” e para isso “manter as janelas abertas torna o ônibus um local mais seguro”.