Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Morreu na manhã deste sábado (26), aos 83 anos, Osmar Ferreira Labres, fundador do tradicional Cachorro Quente do Rosário que, após disputa judicial, passou a se chamar Cachorro Quente do R. O Empresário foi vítima de choque séptico e de acidente vascular cerebral, ele estava internado ha 1 semana na Fundação Universitária de Cardiologia, em Porto Alegre.

Labres era natural de Bom Retiro do Sul, no Vale do Taquari. Ele começou a vender seu Cachorro Quente em uma carrocinha, ao lado do colégio Rosário, no inicio dos anos 1960, e ganhou fama por toda a cidade devido ao sabor único.

Mudança de nome

A carrocinha de Osmar ganhou fama com o nome Cachorro Quente do Rosário, por conta da sua localização, mas uma disputa judicial com seu filho de criação, Eli Monteiro da Rosa, fez com que Labres tivesse de trocar o nome para Cachorro Quente do R. Rosa passou registrou o nome à revelia da vontade do pai e passou a criar uma rede de franquias que se espalhou por diversas regiões do estado.

A carrocinha segue localizada ao Colégio Rosário, mas agora com outro nome. Nos materiais de divulgação foi acrescentado o seguinte slogan: “O original desde 1962, recuse imitações”. Agora, os filhos de Labres devem cuidar do negócio.

Via GZH