Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Do Sul21

Assentados e cooperativas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) entregaram, na semana que antecede o Natal, cerca de 12 toneladas de produtos da Reforma Agrária a famílias da periferia de Porto Alegre. Além disso, os Sem Terra doaram mais 50 caixas de hortaliças orgânicas. A ação faz parte da Campanha Nacional Natal Sem Fome, “uma campanha nacional de solidariedade, com o objetivo de entregar esses alimentos para os trabalhadores da cidade”, disse Gerônimo da Silva, da Direção Estadual do MST/RS e da Periferia Viva. O MST do Rio Grande do Sul contou com a parceria da Periferia Viva, Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), Ação da Cidadania, União de Vilas e Comitê de Combate à Fome

Nesta sexta-feira (18), foram entregue 600 kits para a Ação da Cidadania, no bairro Rubem Berta; ao Comitê de Combate à Fome, na Lomba do Pinheiro; União de Vilas e Associação das Mulheres Solidárias da Vila Cruzeiro (ASSUME-SOL), na Grande Cruzeiro; Quilombo dos Alpes e comunidades indígenas de Porto Alegre e São Leopoldo. Essas entidades distribuirão os alimentos entre as famílias que mais necessitam.

Cada kit tem arroz orgânico, feijão, macarrão, leite em pó, suco orgânico, mel e hortifrutis, como alface, couve, pepino, tomate e espinafre.  “É uma pequena retribuição de nós Sem Terra aos companheiros urbanos da favela e da cidade. A Reforma Agrária é uma luta que só conquistou a terra e a possibilidade de produzir alimentos saudáveis através do apoio da população. Então é a nossa obrigação retribuir esse apoio”, afirmou Marildo Mulinari, um dos assentados que contribuiu com seus produtos para a campanha.

Os alimentos foram entregues a instituições que distribuirão para as famílias que mais necessitam. (Foto: Maiara Rauber)

“Nesse momento que estamos chegando próximo ao natal e ao final do ano, é muito importante receber esse alimento, porque sabemos que a condição de vida das pessoas tem piorado e principalmente nesse período de pandemia”, disse Carolina Teixeira Lima, moradora da Grande Cruzeiro.

Já Beatris Souza, da ASSUME-SOL, destacou a parceria com o MST desde o início da pandemia. ”Desde abril estamos juntos e lutando para garantir a segurança alimentar de 150 famílias cadastradas nessa instituição. Não sabemos como é que vai ser em 2021, mais uma coisa é certa, nós vamos ter que continuar cuidando dessas famílias”, garantiu.

As entregas seguirão até o dia 25 de dezembro. Durante ao ano de 2020, foram doados, pelos assentados gaúchos, mais de 282 toneladas de alimentos da Reforma Agrária.

No total serão 600 kits doados na campanha Natal Sem Fome em Porto Alegre. (Foto: Maiara Rauber)