Novo mapa registra piora em todos os indicadores: ‘precisamos reduzir a circulação de pessoas’

Apenas uma região não foi classificada com alto risco epidemiológico no mapa preliminar da 31ª rodada do Distanciamento Controlado.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O governo do Estado do Rio Grande do Sul divulgou, no final da tarde desta sexta-feira (4), o mapa preliminar da 31ª rodada do Distanciamento Controlado. Apenas uma região, de Taquara e seus oito municípios, não ficou sob a bandeira vermelha, que classifica o alto risco epidemiológico. Todo o restante do Rio Grande do Sul aparece sob bandeira vermelha, como já havia ocorrido na semana passada.

O governador Eduardo Leite voltou a fazer um apelo à população para que restrinja a circulação. “Precisamos reforçar a necessidade de cuidados e reduzir a circulação de pessoas e conter a propagação de coronavírus no RS. Agora, o que queremos é que as pessoas se encontrem menos, em festas e confraternizações, ou mesmo em parques e locais públicos, onde tendem a se cuidar menos. Não é hora de aglomerações. Reduzir contatos é muito importante nesse momento, porque quebramos o ciclo de contágio”, disse Leite.

Segundo o novo mapa do Distanciamento Controlado, houve piora em todos os indicadores no Estado. Entre as maiores variações estão o número de casos de Covid-19 ativos (aumento de 20%), os internados em leitos clínicos com Covid-19 registrados nos últimos sete dias (+15%) e os óbitos nos últimos sete dias (+29%). As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações na semana, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (267), Caxias do Sul (162), Passo Fundo (111), Novo Hamburgo (92), Pelotas (76) e Canoas (73).

A equipe que monitora os indicadores do modelo de Distanciamento Controlado chamou a atenção para a contínua redução de leitos livres de UTI para atender pacientes com Covid-19 no Estado. Há duas semanas, havia 626 leitos de UTI livres para pacientes contaminados pela Covid-19. Na semana passada, eram 522 e, nesta semana, o número caiu para 496. O governo do Estado anunciou que serão abertos mais 113 leitos nos próximos dias, totalizando 1.986 leitos de UTI SUS adulto – aumento de 113% ao total antes da pandemia, que era de 933 unidades.

*Com informações do governo do Estado do RS e Sul21.