Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

A Petrobras aumenta, nesta terça-feira, 29, o diesel em 4% e a gasolina em 5%. O novo reajuste nas refinarias ocorre em duas semanas e a estatal justifica esse aumento com a alta do petróleo e a desvalorização do real. Com a decisão, o preço médio do diesel passa para R$ 2,02 o litro. No acumulado do ano, em razão da pandemia, o combustível registra baixa de 13%. Já a gasolina, o litro terá preço médio para as distribuidoras de R$ 1,84 centavos — e, no ano, baixa de 4%.

Nas bombas dos postos de combustível, os consumidores notam que os valores praticamente dobram — bem diferente da refinaria para a distribuidora. O mercado aponta ainda que há defasagem entre os valores do Brasil e o exterior. A Petrobras sustenta que segue os valores internacionais, impactados pelas cotações externas e o câmbio. O repasse aos consumidores depende da margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro e biodiesel. (JP)