Usuários de IPTV pirata começam a receber cartas de alerta – Porto Alegre 24 horas

Usuários de IPTV pirata começam a receber cartas de alerta

Alguns consumidores recebem até mesmo um aviso na própria TV de que o IP foi gravado, junto com uma mensagem de incentivo ao cancelamento do serviço.
Imagem divulgada pelo 4gnews.pt

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

As IPTVs piratas cresceram ainda mais durante a pandemia da COVID-19, com isso, as iniciativas de combate também se acirraram.

Na prática, vendedores indicam um aplicativo para os interessados e fornecem um login, a custo de uma mensalidade simbólica e muito baixa.

Dessa forma, todos conseguem acessar diversos canais da TV por assinatura sem ter que arcar com valores mais altos, contratos de fidelidade e instalação de equipamentos.

No exterior, a captura de membros que estavam por trás de grandes operações de IPTV pirata tornou o caminho mais curto até os consumidores.

O primeiro país que adotou a prática foi o Reino Unido.

Mais de sete mil residentes receberam cartas de notificação, onde eram incentivados a desistir do serviço ou sofreriam as punições legais do país.

Todos eram usuários do serviço Nort West IPTV, cujo o responsável foi detido.

No país, a pena máxima é de cinco anos de encarceramento ou multa.

Os usuários receberam notificações pelos correios locais, assim como mensagens de e-mail e avisos na própria TV.

As mensagens no televisor destacam que o IP do usuário foi gravado e ele teria que desistir do serviço imediatamente, para não sofrer punições.

No Brasil, também já houve relato de um usuário que recebeu uma carta de cobrança após fazer o download ilegal de um filme.

Fonte: minhaoperadora.com.br

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade