Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou, na manhã desta sexta-feira (08), que recebeu do Butantan o pedido para uso emergencial da Coronavac, a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo instituo paulista. A agencia definiu, internamente, um prazo de até 10 dias para a análise.

O uso emergencial permite que a vacina seja aplicada em determinados grupos, somente como parte de um programa institucional de governo. Já o registro definitivo do imunizante o torna apto a ser comercializado e administrado em toda população.

Eficácia da vacina

Nesta última quinta-feira (07), o Instituto Butantan informou a Anvisa os dados sobre a eficácia da Coronavac, que é de 78%. Isso significa que a cada 100 pessoas vacinadas, ao menos 78 ficam protegidas contra a Covid-19. A vacina assegura 100% de proteção contra mortes, casos graves e internações em infectados pela doença.