Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

O prefeito Sebastião Melo anunciou na manhã desta quinta-feira, 28, que a cidade não terá as programações regulares envolvendo o calendário dos blocos de rua, assim como já definido para o desfile competitivo das escolas de samba. Em reunião no Paço Municipal, com intuito de somar esforços com lideranças e entidades representativas do Carnaval em Porto Alegre, Melo anunciou ainda que a prefeitura não fará ponto facultativo previsto para fevereiro, mantendo expediente regular na segunda-feira, 15, e na quarta-feira de Cinzas, 17.

“Estamos trabalhando por uma reabertura com responsabilidade, no equilíbrio entre medidas de saúde pública e recuperação da economia. As aglomerações precisam ser controladas para mantermos a retomada” – Prefeito Sebastião Melo.

Melo reforçou ainda que a gestão manterá diálogo aberto com as lideranças para qualificar o contexto da festa popular na Capital. “O Carnaval tem em mim um parceiro para buscar soluções”, afirmou, enfatizando a necessidade de construir projetos para atrair investidores e também uma governança para o Carnaval de Rua, envolvendo moradores, comerciantes e representantes dos blocos de rua.

“Nossa contribuição para a saúde pública é segurar o evento. Perdemos muitas vidas, sendo difícil fazer qualquer festa comemorativa enquanto não temos vacina para todos”, afirmou o presidente da União das Escolas de Samba de Porto Alegre (Uespa), Rodrigo Costa. Com 50 anos de Carnaval, Guaraci Feijó, do Bloco Floresta Aurora, também exaltou a integração. “Este é um momento importante de diálogo, uma oportunidade ímpar que temos de nos unir pela cultura popular de Porto Alegre”, disse.

Em articulação liderada pela Secretaria Municipal da Cultura, participaram da reunião o titular da pasta, Gunter Axt, o adjunto, Clóvis André, representantes da União das Entidades Carnavalescas do Grupo de Acesso de Porto Alegre (UECGAPA), dirigentes de escolas de samba e de blocos e o comandante da Guarda Municipal, Marcelo Nascimento. (PMPA)