Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

A direção da Cervejaria da Tuka emitiu uma nota de esclarecimento sobre a força-tarefa da prefeitura de Porto Alegre. Eles dizem que não estavam abertos para o público quando as autoridades chegaram ao local.

A Guarda Municipal, em ação conjunta com a Brigada Militar e fiscais da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), realizou na madrugada deste domingo, 24, ações em diversos pontos de Porto Alegre para dispersar aglomerações.

Segundo a informação publicada pela prefeitura, a Guarda Municipal agiu para que um baile funk não fosse realizado. Os responsáveis pela cervejaria dizem que no momento estavam fazendo a higienização do local e que não haveria festa.

Confira o esclarecimento:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Cervejaria da Tuka vem a público esclarecer um engano feito pela emissora Record TV RS e pelo site da Prefeitura de Porto Alegre:

Ambos noticiaram que no dia 23 de janeiro (sábado), a força-tarefa impediu a aglomeração de um baile funk em Porto Alegre, e a foto usada nas reportagens mostra a polícia em frente à Cervejaria da Tuka, dando a entender que a aglomeração tivesse acontecido na nossa casa de eventos.

Porém, viemos por meio desta nota deixar claro que a força-tarefa não interviu na nossa casa. No momento em que aconteceu o impedimento a Cervejaria estava sendo higienizada e a força-tarefa atuou fora da Cervejaria.

Nos preocupamos com nossos clientes e agimos com responsabilidade, respeitando todos os protocolos de higienização e distanciamento social.

Nos colocamos à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos.

Cervejaria da Tuka