Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Revista Fórum

Caso seja confirmada na presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF) não terá nenhuma facilidade para tentar “tratorar” pautas conservadoras e projetos neoliberais de interesse do governo Jair Bolsonaro.

Pelas redes sociais, Fernanda Melchionna (PSOL-RS) confirmou sua indicação como membro titular da comissão – a mais importante da Câmara – e prometeu que não dará trégua para “negacionistas e propagadores de fake news”.

“ALERTA AOS OBSCURANTISTAS: serei membro titular da CCJ, principal comissão da Câmara, combatendo qualquer tentativa de autoritarismo e retrocesso. Negacionistas e propagadores de fake news que sabotam a pandemia, serei a dor de cabeça de vocês”, escreveu Fernanda nas redes.