Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Uma idosa de 65 anos, moradora de Osório, no Litoral Norte, morreu na última segunda-feira, dia 8, três dias após ter sido picada no braço por um filhote de jararaca, cobra conhecida no Brasil pela letalidade. Maria de Lourdes Rosa limpava o pátio de sua residência, na zona rural do município, quando foi picada.

Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital São Vicente de Paulo, onde recebeu o soro antiofídico, mas sofreu um AVC hemorrágico um dia depois e seu quadro se agravou.

Lurdinha, como era conhecida em Osório, trabalhou por décadas no loja Feira de Retalhos, que prestou homenagem a ela via redes sociais. “Hoje o céu esta em festa! Há 65 anos nascia nossa mais querida estrela, uma pessoa ímpar, de um caráter excepcional; Hoje, ao invés de comemorarmos ela cuida de todos nós Lá de cima; Hoje, é momento de agradecer por todos os anos de parceria e aprendizados; Hoje, oramos para você encontrar seu caminho de luz!Vá em paz!”

Perigo no verão

No calor, os registros de ataques de animais peçonhentos aumentam. No último fim de semana, um caso parecido foi registrado na Serra Gaúcha: um homem de 66 anos, morador de Garibaldi, também morreu após sofrer uma picada de cobra. (Agora no Vale)