Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Da Agência GBC

Uma mulher foi estuprada pelo ex-companheiro, na manhã do último sábado (29), no bairro Berto Cirio, em Nova Santa Rita. O crime ocorreu na frente da filha de cinco anos.

Segundo a Brigada Militar (BM), o criminoso invadiu a casa da vítima, que tinha uma medida protetiva contra ele, e fez tortura psicológica com ela e depois saiu da casa. Quando retornou, o homem tentou colocar fogo na casa da vítima utilizando um colchão, mas não conseguiu pois o objeto estava molhado e os policiais chegaram a tempo no local.

De acordo com a polícia, quando uma guarnição chegou ao local, os policiais encontraram a mulher e a filha amarradas com uma corda, impossibilitando qualquer tentativa de fuga. A Brigada Militar conta que conseguiu prender o criminoso, que demonstrou resistência aos policiais e tentou fugir, sendo necessário uso moderado da força para conter o criminoso.

A vítima contou aos policiais que a primeira vez que o criminoso invadiu sua casa, ele a estuprou na frente da filha e colocou um estilete em seu pescoço. A vítima e a criança foram levadas à UPA para receber atendimento médico.

Além disso, ela também relatou que viveu com o criminoso durante nove meses e que nesse período ele só era violento quando bebia. Ele passou a ficar violento, sem o uso do álcool, quando a filha da vítima passou a morar com eles.

O caso será investigado pela Polícia Civil.