Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Equipes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSurb) e da Direção Geral de Conservação Viária vistoriaram nesta segunda-feira, 8, as duas usinas de asfalto do município. A prefeitura analisa um novo contrato a ser assinado com empresa terceirizada, unificando as usinas, aumentando a produtividade, melhorando o atendimento das demandas e a qualidade do asfalto.

Com capacidade para produzir 140 mil toneladas de asfalto por hora, apenas a usina localizada no bairro Sarandi opera, produzindo uma média de 80 a 100 toneladas por hora. A usina do bairro Restinga está inoperante. Automatizadas e adaptadas para operar com gás natural ou óleo combustível, as duas usinas de asfalto foram compradas pela prefeitura em 2014 para produção de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ).

“Atualmente, produzimos de 15 mil a 20 mil toneladas ao ano. Futuramente, a produção deve chegar a cerca de 80 mil toneladas ao ano. Estamos tomando todas as providências para melhorarmos o atendimento, a produtividade e a qualidade nos serviços de conservação e tapa-buracos da nossa cidade”, observou o titular de Serviços Urbanos, Marcos Felipi. (PMPA)