Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

O plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (10), a contratação de empréstimo no valor de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 4,5 bilhões) entre o governo brasileiro e o Bird (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento).

Os recursos serão destinados ao programa emergencial de apoio à renda de populações vulneráveis afetadas pela pandemia da Covid-19 no País – como auxílio emergencial, Bolsa Família e o seguro-desemprego. O texto vai à sanção presidencial.

A quantia deve ser alocada nos ministérios da Economia e da Cidadania. O prazo de desembolso vai até 31 de dezembro de 2022. Já o prazo do empréstimo é de 10 anos e meio, sendo cinco anos de carência. A amortização deve ser realizada mediante o pagamento de 11 parcelas semestrais, consecutivas e iguais, conforme o texto aprovado. (O Sul)