A noite de Porto Alegre perde dois grandes nomes: o jornalista Eduardo Bins Ely e o empresário Edson Dutra

A noite de Porto Alegre perde dois grandes nomes: o jornalista Eduardo Bins Ely e o empresário Edson Dutra

Proprietário da boate Fever (rua Florêncio Ygartua) está entre as vítimas mais recentes do coronavírus na Capital.

Compartilhe esta notícia

Um dos principais nomes do colunismo social e da vida noturna em Porto Alegre, o jornalista Eduardo Bins Ely morreu na manhã desta terça-feira (9) aos 61 anos, vítima de complicações de uma cirurgia. Na véspera, a capital gaúcha já havia perdido o empresário Edson Dutra, 58 anos, proprietário de boates como a Fever e o extinto Santa Mônica.

Eduardo Bins Ely havia sofrido em fevereiro uma diverticulite (um tipo de inflamação na parede interna do intestino grosso), foi operado na Santa Casa de Misericórdia e chegou a receber alta hospitalar, mas precisou de nova internação.

Com mais de quatro décadas de atuação em Porto Alegre, Bins Ely era formado em relações-públicas (1985) e jornalismo (1987). Antes e durante o colunismo, foi assessor de comunicação e promoter, com atuação destacada desde o final da década de 1970, sendo um dos principais divulgadores da vida noturna na capital gaúcha. Nos últimos anos, assinava desde 2003 no “Jornal do Comércio” a coluna diária “Vida Social”, com informações sobre os meios social, político e empresarial.

A sua trajetória começou em 1977, no departamento jovem da Associação Leopoldina Juvenil, no bairro Moinhos de Vento. Já no ano seguinte, foi convidado a trabalhar como relações-públicas da boate Água na Boca, recém-fundada pelos empresários Pedro Mello e Vitor Hugo Tito na Praça Conde de Porto Alegre (Centro Histórico).

Pelas décadas seguintes, seria peça-chave no sucesso de empreendimentos do ramo como Encouraçado 936, Le Club, Bere & Ballare, Cord, Studhe Bar, Mea Culpa, Dado Bier, Refinaria e Ibiza (Litoral Norte). Em entrevista concedida em agosto de 2018 ao repórter Marcello Campos, do jornal “O Sul”, ele comentou:

“Nunca fui de esbanjar dinheiro na noite, até porque as casas noturnas sempre foram para mim um ambiente muito mais de trabalho e observação. Sempre tive um olho clínico para esse tipo de negócio, de modo que muitas vezes eu extrapolava as minhas atribuições, com críticas e sugestões aos proprietários”.

Eduardo tinha como local de escritório e moradia um sobrado na rua Comendador Azevedo (bairro Floresta), assessorado pela Creusa Barreto. Ele era o sétimo filho de uma família de 13 irmãos. Um de seus tantos sobrinhos é o vereador Márcio Bins (PDT), atual presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre. Ao longo desta terça-feira, centenas de amigos e colegas se manifestaram nas redes sociais sobre o falecimento do colunista.

Edson Dutra

Já o falecimento do empresário porto-alegrense Edson Dutra aconteceu na segunda-feira (8). Ele completaria 59 anos no dia 28 de março mas acabou se tornando mais uma vítima do coronavírus na capital gaúcha, após vários dias de internação. Ele deixa um filho, um neto e uma legião de amigos, muitos dos quais se despediram por meio de mensagens na internet.

Ex-DJ da célebre casa noturna Taj Mahal, que agitou a avenida Farrapos (bairro São Geraldo) na década de 1980, Dutra também comandou casas noturnas de imenso sucesso tais como o Ragga Store (1993-1996) e Santa Mônica (1997-2017), na rua Dom Pedro II (Higienópolis), antes de fundar em 2018 o Fever Club, na rua Florêncio Ygartua (Moinhos de Vento) – o estabelecimento está desativado há um ano, por causa da pandemia.

“Desde que estou na noite, eu vivo só disso, então não acredito na história de que casas noturnas tenham prazo de validade, diferente do que muitos afirmam por aí”, declarou em depoimento de outubro do ano passado ao repórter Marcello Campos. Na época, o empresário havia investido ao menos R$ 50 mil em um estudo sobre tecnologia supostamente capaz de garantir segurança sanitária contra a Covid em ambientes fechados como os das casas noturnas.

(Marcello Campos)

Fonte: O Sul

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade