Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

Os prefeitos do Litoral Norte do Rio Grande do Sul optaram ser mais restritivos que o decreto estadual. Alguns municípios fnão foram favoráveis a decisão, levando em consideração suas peculiaridades locais. A decisão foi tomada na manhã desta quarta-feira (3) e a ideia é impor o decreto no próximo final de semana, 6 e 7 de março

O lockdown proposto no litoral prevê o fechamento de todas as atividades econômicas, incluindo supermercados. Serviços essenciais como farmácias deverão funcionar com sistema de tele entrega, assim como os restaurantes. Postos de combustíveis poderão seguir funcionando, mas as suas lojas de conveniência não. Todas as demais atividades não essenciais deverão estar fechadas da zero hora de sexta-feira, dia 05 de março de 2021, até às 5h do dia 08 de março de 2021.

Segundo Flori Werb, prefeito de Itati e presidente da Amlinorte (Associação dos Municípios do Litoral Norte), a proposta é para aliviar a tensão no sistema de saúde, que se encontra completamente esgotado no Litoral Norte. A região, até a última terça-feira (2), se encontrava em colapso na rede assistencial de saúde, com aumento no número de pacientes em fila de espera aguardando leitos, sendo 40 para UTI e 56 para leitos clínicos.