Foto: Reuters

Brasil registra 3.780 mortes por Covid-19 em 24 horas e bate recorde

A maior marca até então havia sido registrada no dia 26 de março, quando foram contabilizadas 3.650 vítimas fatais

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O Brasil registrou 3.780 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, batendo o próprio recorde de vítimas fatais. Até então, a maior marca havia sido registrada no dia 26 de março, quando foram contabilizados 3.650 mortos. Com isso, o total de óbitos registrados desde o início da pandemia de Covid-19, em março de 2020, aumentou para 317.646. No mesmo período, o país registrou 84.494 novos casos, aumentando o número de infectados pelo novo coronavírus e suas variantes para 12.658.109. Tais números fazem do Brasil o segundo país mais atingido pela pandemia em números absolutos, superado apenas pelos Estados Unidos, que têm mais de 30 milhões de casos e 550 mil mortos pela doença. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (CONASS) através de boletim atualizado às 18h desta terça-feira, 30.

Em números absolutos, o Estado de São Paulo segue sendo o mais atingido pela pandemia, com 2.446.680 casos e 73.492 mortos. Já em números proporcionais, o Amazonas é o Estado com a maior taxa de mortalidade (289,5 a cada 100 mil habitantes) enquanto que Roraima detém a maior taxa de incidência (14.719,3 a cada 100 mil habitantes). Com os novos números, a média móvel de mortes nos últimos sete dias aumentou para 2.710 sendo esse o maior número desde o início da pandemia. A média móvel de casos no mesmo período aumentou para 75.441, número menor que o recorde da pandemia: 76.5455. (Jovem Pan)