Foto: Cristine Rochol/PMPA

Com 20 leitos, hospital de campanha em Porto Alegre já abre lotado

Hospital de campanha começa a ser usado para desafogar a emergência do Hospital da Restinga.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Do Sul21

O hospital de campanha montado pelo Exército em Porto Alegre, começou a receber pacientes nesta sexta-feira (19). Na prática, a estrutura já abre lotada. Com 12 leitos clínicos e oito de UTI, para o local estão sendo transferidos pacientes com covid-19 que estavam na emergência do Hospital Restinga e Extremo-Sul (HRES). Às 14h30 desta sexta-feira, o Hospital da Restinga registrava 18 pacientes com covid-19 na emergência aguardando leito de UTI.

Cerca de 60 profissionais do HRES, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem atuarão no hospital de campanha, que funcionará 24h e terá à disposição toda a estrutura de tomografia, radiografia e outros serviços fundamentais para as emergências e UTIs.

“Esta reorganização dos pacientes para um novo ambiente bem equipado ajudará muito a melhorar o atendimento no hospital, que já vem sobrecarregado”, afirma Paulo Scolari, diretor do HRES.

O hospital de campanha foi trazido de Manaus para a Capital pelo Comando Militar do Sul. A estrutura tem 144 m² e três módulos, projetada como um equipamento militar para oferecer tratamento médico em situações de combate. “O Comando Militar do Sul tem sido um valioso parceiro nesta força-tarefa da capital contra a pandemia. O hospital de campanha é um reforço fundamental na nossa rede de atendimento diante de um cenário tão complicado”, disse o secretário municipal de Saúde, Mauro Sparta.