Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) está reforçando à população que o uso de máscara é obrigatório nos veículos de transporte público – tanto para os passageiros quanto para os operadores – em Porto Alegre.

Além disso, só podem ser conduzidos passageiros sentados, ou seja, a capacidade de ocupação dos veículos não pode ultrapassar o número de assentos. Permanecer em pé nos coletivos é permitido somente para os procedimentos de embarque, desembarque e transposição da catraca.

As normas estão no decreto 20.953, publicado em edição extra do Diário Oficial de Porto Alegre, como medida para conter o avanço da pandemia de Covid-19. Elas estarão em vigor até 7 de março, podendo ser prorrogadas.

“As ações diárias de fiscalização nos terminais e garagens, antes das saídas dos ônibus e durante os percursos, foram reforçadas nos principais eixos para garantir a segurança do serviço. A orientação é para que as pessoas permaneçam em casa, mas quem precisar se deslocar deve fazer isso em segurança”, disse o diretor-presidente da EPTC, Paulo Ramires.

A empresa informou que mantém a oferta de viagens e ampliou a tabela horária nos períodos de pico, com carros extras que são acionados de acordo com a demanda. No entanto, com a adoção dos protocolos da bandeira preta e o fechamento de atividades não essenciais, a expectativa é de redução do número de passageiros nos ônibus ao longo desta semana, principalmente nos horários de pico.

Fonte: O Sul