Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

Goiânia – Um fio desencapado pode ter causado a morte de uma menina de 10 anos na zona rural do município de Quirinópolis, próximo à GO-206, na região sudoeste de Goiás. O acidente ocorreu no último sábado (27/2).

Conforme informações do portal G1, o avô da criança, de 68 anos, relatou à Polícia Militar de Goiás (PMGO) que ao colocar o celular para carregar, a menina teria encostado em uma extensão, que estava com o fio descascado, e levado um choque. De acordo com o relato do idoso, ele estava em um cômodo próximo e foi chamado pelo irmão mais novo da vítima que presenciou o ocorrido.

Ao chegar, o avô já encontrou a neta caída no chão. Conforme o depoimento à PM, o idoso chegou a fazer massagem cardíaca na garota, mas ela não resistiu.

Uma equipe da PM esteve no local e informou a morte da criança à Polícia Civil, que solicitou perícia da Polícia Técnico-Científica. O corpo da criança foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

O caso será investigado pela Polícia Civil e inicialmente foi classificado como choque elétrico.

Estatísticas

De acordo com informações da Agência Canal Energia, só em 2019, 697 pessoas morreram por conta de acidentes causados por choques elétricos no país. Segundo o estudo, os motivos mais comuns foram fio partido em ambiente externo (85), eletrodomésticos (52), cerca eletrificada (36), adaptador/extensão/tomada (25) e o carregador de celular (15).

Os dados são do Anuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica, divulgado pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel).

Fonte: Metropoles